What Comes Next. – Prólogo

Nunca fui uma flor que se cheire. Porém eu tinha apenas uma paixão. O jornalismo. E isso me induzia a fazer coisas que nem eu sabia que era capaz.
Era por volta de 1935, e eu tinha que investigar um homem da alta sociedade que continha um enorme segredo. Talvez deva conhecer de nome, Vlad... Conheci Vlad através de minha faculdade, namoramos por um bom tempo e não sabia que iria ter de investigar sobre vlad. Se existe um dia que nunca esquecerei, será o dia dessa investigação.

Foi a primeira vez que tive a oportunidade de visitar um salão, e bom, ao chegar, me deparei com o mesmo que estava entrando no salão. Talvez tenha sido sorte não? Sem pensar, apenas entrei logo atrás. Dando um espaço de vinte minutos em ponto para que ele não suspeitasse que estivesse sendo seguido.


Vlad sempre foi um homem esperto, então sem pensar apenas segui em direção às escadas indo diretamente para onde ficaria o banheiro feminino e masculino. Era dia, então não tinha muita movimentação no salão, talvez fosse dele, talvez estivesse esperando visita.O contato que ele teve naquele dia é algo que nunca tive a oportunidade de procurar.


Sem pensar duas vezes, respirei fundo e acendi um cigarro na mesma hora, esperando o Vlad se aproximar, o que ele faria em instantes.


Como o imaginado. Ele não demorou nada para se aproximar. Com um sorriso idiota ele simplesmente disse: - Fazem séculos que não te vejo
- Digo o mesmo. O que andou aprontando que os holofotes não saem da sua cola? – Zombei do mesmo cruzando os braços.


- Gostaria mesmo de saber? – Vlad me perguntou com um tom sedutor na voz.
- Idiota como sempre, responda-me! Agora! – Eu disse brava.
- O que veio fazer aqui? – murmurei
....
No mesmo momento um clarão fez com que eu voltasse aos meus pensamentos verdadeiros. Não faço a menor ideia do que aconteceu aqui, parecia um simples sonho ou uma novela que assisti na noite passada com Joanne e que se alocou na parte das lembranças descartáveis do meu cérebro.

Cinicamente olhei para frente e neguei com a cabeça, ignorando o que o professor estava dizendo sobre arte, fotografia, Selvadorada... sei lá. Eu sei que eu não estava aqui naquele momento, foi tudo tão real que eu poderia dizer que voltei no tempo. Isso é um tanto intrigante pra minha capacidade de pensar. “O que foi aquilo?” Pensei chocada.










Continua....

Comentários

  1. Oooooooi! Adorei o blog, e o nome dele xD
    Fiquei chocada quando vi o Vlad reformado gente! Tá um Big Frog!
    Mari você escreve muuuuuuuuuuito! Alice é muito linda em qualquer época viu?
    Curiosa pra saber essa ligação entre ela e Vlad hein! Adorei o mistério :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAAAAAAA vaaaleeeeu Dama do lago <3 Adoro saber que gosta da minha escrita, também adoro a sua e amo muito seu blog, Celina e Nathalie também são lindas em qualquer época ou dimensão. E sim, a ideia é ele ser um big frog e.e

      Excluir

Postar um comentário